.posts recentes

. ...

. A Geringonça

. Presépio ao Vivo 2016

. Sr Contente e Sr Feliz

. ...

. NATAL HOJE

. A ÓPERA DOS MALANDROS

. O BRASEADO

. FOI POR VONTADE DO POVO

. Halloween português

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

Terça-feira, 31 de Julho de 2007

POESIA ERÓTICA

 

 

INVENTA

(SE QUISERES)

MEU CORPO AO TEU DESEJO.

ALONGA OS DEDOS

PARA ME TOCARES

MAIS LONGE,

MAIS FUNDO.

DESENHA AS DUNAS

QUE O CAMINHO DA MINHA NUDEZ

TE SUGERIR.

PENETRA NAS CAVERNAS

ONDE UM QUALQUER MAR SALGADO

TE NAUFRAGUE.

E, SE O MEU CORPO SEREIA

TE CANTAR,

PRENDE-TE AO FULGOR DOS MEUS CORAIS

EM ORGASMOS

DE AZUL

E DE ESPUMA.

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

 

 

COR DE CANELA O MEU CORPO

SABE A BAUNILHA. E DO BEIJO

DOS MEUS POROS SAI UM SOPRO

DE ANIS, DOCE BAFEJO

 

NESTA TERNURA DE ODORES

TODA ME OFEREÇO, INDEFESA,

PODES PÔR ESTES SABORES

NO LINHO DA TUA MESA

 

SE RECUSARES ESTA OFERENDA

DE DESLUMBRANTE FULGOR

QUE EU ME DESVIE, DESPRENDA,

EM ARREPIOS DE LANGOR

 

NÃO MAIS BEBERÁS O MEL

DA MINHA COLMEIA LOUCA

NEM SABOR DA MINHA PELE

SERÁ SETA EM TUA BOCA.

 

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

 

 

                       NOITE

 

VEM PERCORRER A NOITE

NO MEU CORPO

 

O LUAR SUCUMBIU

AO BRILHO DO MEU OLHAR

E CAÍU EM MIL PEDAÇOS

 

HÁ ESTRELAS PERDIDAS

POR ENTRE OS MEUS CABELOS

 

E A BRISA CORRE, EM CARÍCIAS,

PELAS DUNAS SUAVES DO MEU PEITO

 

O SILÊNCIO ANINHOU-SE

NA PLACIDEZ DOS MEUS LÁBIOS FECHADOS

 

PELA MINHA PELE PERPASSA

A FRESCURA DE MANHÃS DESEJADAS

 

NA PLANURA BRANCA DO MEU VENTRE

TEM A NOITE O SEU RETIRO DE AMOR

 

E OS MEUS BRAÇOS

ADORMECEM TODOS OS CANSAÇOS...

 

VEM PERCORRER A NOITE

NO MEU CORPO

 

VEM COLHER EM MIM

A MADRUGADA....

 

 

http:brizissima.blogs.sapo.pt

 

 

 

 

 


publicado por brizissima às 22:11

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Poema MÃE - dedicado a Todas

    

 

                                         MÃE

 

 

Mãe, poema santo

de todos os que fiz na minha vida

aquele que para mim tem mais encanto

 

Mãe, árvore da vida

regada com amor

colorida, bela, ao meu dispor

 

Mãe árvore da vida

repouso de guerreiros

tronco forte donde nascem

os rebentos verdadeiros

 

Mãe, santa paz,

em momentos maus vividos

beijos quentes, em ternura consentidos

 

Mãe, doce alegria

de venturas alcançadas

braços de veludo

mãos abençoadas

 

Mãe, seiva da vida,

jorrando amor aos borbotões

regaço onde descanso as minhas emoções

 

Mãe, raio de luz

em noite escura

estrela que ilumina e que perdura

 

Mãe, missal de fé

em que acredito

oração que chega até ao infinito

 

Mãe, Mãe,

tanto ainda para te dizer...

Nenhum poema chega para te cantar

nenhum amor é grande para te envolver.

 

 

http://brizissima.blogs.sapo.pt

 

 

 


publicado por brizissima às 21:37

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

poemas para os Funcionários Públicos

                          UM DIA NA FUNÇÃO PÚBLICA

 

De novo pasmada de tristeza!

horas estéreis, ocas,

à minha espera...

Poder fugir,

quem me dera!

 

Mas não, aqui fico,

hipnotizada,

esvaziando-me de tudo,

enchendo-me de nada...

 

 

                          NOS TRANSPORTES PÚBLICOS

 

 

Corpos unidos,pensamentos alheios,

suores que se fundem

em espaços compactos, cheios.

E um ruído sibilino

a tornar mais macabra

toda esta amálgama de corpos.

A máquina vai correndo

rasgando o caminho,

devorando o tempo...

Uma travagem brusca

e mais corpos que entram

mais suores que se fundem.

Dedos agarrados a um mesmo corrimão

ali umas unhas sujas assinalam uma mão.

Rostos contraídos, gastos pela vida,

vencidos.

Olhares lúbricos

em caras sem rosto,

rugas vincadas

sinais de desgosto.

Ninguém fala

e para quê?

"Eu sou eu, você é você"

E a máquina vai rolando

largando gente

em rebanho sem pastor

multidão apressada,

arrastada,

sem amor.

Uma senha, um número

mostrados ao revisor.

Um dia a dia sem esperança

em máquinas malditas,

num viver que cansa...

 

 

Oh, poder libertar-me!

porém, como fugir desta engrenagem?

Será a vida esta trágica voragem?

 

 

Sai!

junta-te aos demais,

engrossa a multidão nos passeios

e deixa ficar para trás os devaneios...


publicado por brizissima às 21:22

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

S.M.S.s nos Telemóveis

                                   S.M.S.'s NOS TELEMÓVEIS

 

SEM MENSAGEM SUFICIENTE

DEFINO ASSIM DESCONTENTE

ESTA SIGLA TÃO NA MODA.

COM OS TELEMÓVEIS NA MÃO

ENVIAM-SE, SEM EMOÇÃO,

PALAVRAS QUE ANDAM À RODA

 

ESCREVER EM BOM PORTUGUÊS

FOI PASSADO , " ERA UMA VEZ

ISSO NÃO INTERESSA NADA.

CARREGA-SE NA LETRA À BALDA

E VAI NESSA FRUTA EM CALDA

QUALQUER EMOÇÃO FRUSTRADA

 

HÁ PACOTES PARA TUDO

AMOR, SEXO, NÃO ME ILUDO,

FRASES FEITAS DE ENCOMENDA.

E HÁ QUEM PENSE QUE AGRADA

EM TODA ESTA TRAPALHADA

QUE CONSIDERA UMA PRENDA

 

RECUSO  S.M.S.,s

NÃO ME AGRADAS, NÃO ME AQUECES ,

E NÃO SIGO NESSA ONDA.

AINDA PREFIRO A CARTA

E " VÃO PRÓ RAIO QUE VOS PARTA"

QUEM QUISER NÃO ME RESPONDA.

 


publicado por brizissima às 18:18

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 29 de Julho de 2007

GAZETILHA

 

HÁ CERTOS HOMENS IDOSOS

QUE PENSAM QUE MULHER NOVA

FAZ A VIDA TER MAIS GOZOS

E OS ANOS ASSIM RENOVA.

MAS COITADO, O INSENSATO,

ACABA POR DESCOBRIR

QUE OS ANOS SÃO COMO O GATO

SEMPRE A PULAR E A FUGIR.

ASSIM EM CORRIDA INVERSA

ANDA O CASAL A VIVER

VIDA MUITO MAIS PERVERSA

E O P.D.I. A CRESCER.

É ENTÃO QUE O HOMEM VELHO

QUE CASA COM MULHER NOVA

SE RECORDA DO CONSELHO:

"SERÁS CORNO OU VAIS PRÁ COVA.

OU ENTÃO MUITO PIOR

PRÁ COVA VAIS MAIS O CORNO

TUA VIDA FINDARÁ

SÓ RESTARÁ O ADORNO"


publicado por brizissima às 23:11

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

PARA A FRENTE, PORTUGAL

TEMOS SETE MARAVILHAS

ESTAMOS MARAVILHADOS

MAS SEM DINHEIRO E SEM "PILHAS"

PRA VIVER E, DESESPERADOS.

MAS O POVO É MESMO ASSIM

ADORA AS EXIBIÇÕES

ALIENADO E EM FESTIM

VAI JOGANDO O EUROMILHÕES.

O JOSÉ APERTA O LAÇO

O JOSÉ APERTA-O BEM

QUE O LAÇO BEM APERTADO

TRÁS O POVO DOMINADO

ORDEIRO E SEM VINTÉM.

MAS AINDA HÁ PARA OS FOGUETES

NA PRESIDÊNCIA EUROPEIA

PRA CONTINUARMOS JOGUETES

DOS LOBOS NA ALCATEIA.

OH!TEMPO, VOLTA PARA TRÁS!

DÁ-NOS TUDO O QUE PERDEMOS

QUE ESTE GOVERNO NÃO FAZ

NADA E NÓS NADA TEMOS.

UM POVO CHEIO DE TUDO

COM A MÃO CHEIA DE NADA

REVOLTADO EM GRITO MUDO

E ENGROSSANDO A CARNEIRADA.

PORTUGAL DOS MEUS AMORES

POR TANTOS MARES NAVEGADO

NÃO DEIXES ESTES SENHORES

TRATAREM-TE COMO GADO.

LANÇA AS TUAS CARAVELAS

RASGA OS MARES DA DESVENTURA

ESCREVE AUDÁCIA EM TUAS VELAS

IÇANDO A HISTÓRIA FUTURA.


publicado por brizissima às 19:20

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.tags

. todas as tags

.favorito

. GAZETILHA

. NEVOEIRO

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds