.posts recentes

. ...

. A Geringonça

. Presépio ao Vivo 2016

. Sr Contente e Sr Feliz

. ...

. NATAL HOJE

. A ÓPERA DOS MALANDROS

. O BRASEADO

. FOI POR VONTADE DO POVO

. Halloween português

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007

Soneto AS PALAVRAS

 

 

Soltam-se as palavras e, como asas,

sobem ao alto, descem-me aos infernos,

tantas vezes queimando como brasas,

quantas moldando desvarios eternos

 

Obrigam-me a dizer o que não queria

sugerem-me a mentir o que não sinto,

arrancam solidão que me agonia

desnudam lucidez a que me afinco

 

Ah, se eu pudesse decifrar, a sós,

o inquietante tom da minha voz!

Tanta coisa em mim se esquiva e esfuma...

 

Como se o grito afugentasse os medos

ancorasse feroz os meus segredos

no seio do meu búzio azul e espuma

 

 

 

 

 


publicado por brizissima às 16:29

link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De A. João Soares a 5 de Setembro de 2007 às 17:05
Cara Briz,
Parabéns. Alem de poetisa é psicóloga, entrando no âmago da espiritualidade. Se está muito aflita com essa libertinagem das palavras, amarre-as com correntes de aço.
Mas, cuidado, com essa repressão, deixaria de poetar! Nem os sonhos nem as palavras aguentam amarras. Deixe-as voar, ensine-lhes os mais agradáveis voos, de onde se vê o lado de onde brota a felicidade, a alegria de viver. Talvez elas, depois nos orientam para o paraíso onde tudo é doçura e paz, e iremos todos para esse oásis edénico!!!.
Um abraço
João


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.tags

. todas as tags

.favorito

. GAZETILHA

. NEVOEIRO

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds